TRADIÇÃO  RELIGIOSA

Sagrada Família A SAGRADA FAMÍLIA

A Sagrada Família é um pequeno oratório portátil, pertencente à Igreja de Santa Cecília, que encerra as imagens de Jesus Cristo, Maria e José, e onde são depositadas as esmolas destinadas à celebração de uma missa por intenção de toda a população da aldeia, em honra da Sagrada Família.

O oratório contém na sua estrutura de madeira, uma pequena caixa de esmolas com uma gavetinha fechada e cuja chave está na posse da zeladora, pessoa encarregada de recolher as esmolas e de as entregar ao tesoureiro da Fábrica da Igreja que mandará rezar uma missa.

O oratório, destinado ao culto da Sagrada Família, circula pelos lares da aldeia que demonstrem o desejo da sua presença. O período de permanência em cada lar era, inicialmente, de 24 horas (uma noite e um dia); mas, dada a existência de cada vez menos gente na aldeia, a permanência do oratório é de uma semana em cada lar ou até, eventualmente, mais tempo.

Sagrada FamíliaEsta tradição católica é bastante antiga em Portugal, sendo seguida em muitas aldeias do nosso país. Na Benfeita, o culto da Sagrada Família iniciou-se com o Padre Joaquim da Costa Loureiro, que aqui exerceu funções sacerdotais entre 1958 e 1976.

A simpática obra de caridade teve início com a formação de um coro (grupo de famílias pertencentes à mesma zona ou bairro) de 30 famílias, entre as quais foi escolhida uma zeladora. A cada família foi indicado um dia fixo de cada mês para receber em casa a visita dos santos Hóspedes, sendo reservado à zeladora os dois últimos dias do mês. Durante 24 horas deve fazer-se com que arda uma lamparina de azeite ou uma vela de cera diante das santas imagens. Toda a família se reune em oração para receber, e para se despedir, de Jesus, Maria e José.

Esta iniciativa foi ganhando aderentes na aldeia, tendo sido formados três coros, cada um com o seu patrono: o Coro de Santa Rita, o Coro da Capela e o Coro do Outeiro. Foi, ainda, formado outro, o Coro de São Nicolau, nos Pardieiros.

Actualmente, as zeladoras do coro em funções são: a senhora Ilda Costa, do Coro de Santa Rita, a senhora Arménia Martinho, do Coro da Capela e a senhora Anabela Cardoso, do Coro do Outeiro. O Coro de São Nicolau está entregue à senhora Maria de Jesus Santos, dos Pardieiros.
O actual pároco, reverendo Rodolfo Leite é, por inerência das suas funções sacerdotais, o novo Zelador Geral dos Coros da paróquia de Santa Cecília, da Benfeita, a quem compete resolver todas as dificuldades que surjam entre zelador e associados, ou entre as famílias do mesmo coro.

O culto da Sagrada Família

Sagrada FamíliiaA Sagrada Família vem a nossa casa para nos ajudar a imitá-la e, muito especialmente, para nos confirmar na nossa fé, para nos fortalecer na nossa esperança e para nos estimular na nossa caridade; para ser o espelho diante do qual nos havemos de rever, para nos ajudar a enfrentar as dificuldades e os problemas do dia-a-dia, não só dos que encontramos fora de casa, mas também e sobretudo, dos que se nos apresentam na vida do lar.

- Cada oratório está reservado às pessoas que participam no mesmo coro ou grupo; isto é, que vivem na mesma área, zona ou bairro, movimentando-se, em círculo, de casa em casa. Depois de terminada uma volta completa por todos os participantes, inicia-se um novo ciclo.

- No final de cada ciclo; isto é, quando o oratório volta à primeira casa, que é a casa da zeladora, esta, abre a caixa, retira as esmolas para as entregar na igreja e, ela própria, inicia um novo ciclo, mantendo o oratório em sua casa pelo período de dois dias antes de o entregar na casa seguinte.

- Ninguém é obrigado a receber o oratório em sua casa ou a contribuir para a caixa das esmolas e, em qualquer altura, poderá anunciar a sua vontade de sair do círculo.

- Nunca é recusada a presença do oratório a novas famílias que se instalem na aldeia e demonstrem interesse em recebê-lo em sua casa.

- O oratório é entregue, ao anoitecer, à famíla a quem cabe honrar a Sagrada Família no dia seguinte.

- Depois de aberto, o oratório deve permanecer alumiado com uma lamparina de azeite ou uma vela de cera.

- As famílias devem rezar uma breve oração diária diante da imagem.

Oração à Sagrada Família

Jesus, Maria e José,
Modelos perfeitíssimos de recolhimento,
Caridade e humildade,
Alcançai-nos a graça de imitarmos as sublimes virtudes
Que praticastes na terra e dignai-vos proteger a todos nós,
Que agora prostrados na vossa presença
Imploramos o vosso patrocínio.

Lembrai-vos, ó Jesus, Maria e José,
De que somos inteiramente vossos;
Defendei-nos, pois, de todo e qualquer perigo,
Socorrei-nos em nossas necessidades e
Dai-nos graças para nos mantermos constantemente
Na imitação da vossa Santa Família, a fim de que,
Servindo-vos fielmente na terra,
Possamos depois bendizer-vos por toda a eternidade, no Céu.

Ámen.

 

Veja aqui:
  - Manual da visita mensal domiciliária da Sagrada Família (Procedimentos e orações)

VIVALDO QUARESMA
Maio 2015