BENFEITA.BLOG.2021

 

 
JAN
25
2021
ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS
NA BENFEITA

Candidatos à presidência

Em plena época pandémica que já ameaça os portugueses desde 2 de Março de 2020, e com o país a viver sob severas medidas restritivas decretadas pelo novo período de Estado de Emergência, a vigorar de 15 a 30 de Janeiro, desde logo com a situação de confinamento geral obrigatório e o dever de recolhimento domiciliário para travar a pandemia e salvar vidas, realizaram-se no passado dia 24 de Janeiro, em todo o país, as décimas eleições presidenciais depois do 25 de Abril de 1974, tendo-se registado uma fraca afluência às urnas que apenas congregou 39,49% dos eleitores recenseados.

A elevada abstenção nacional que envolveu as últimas eleições presidenciais (2006-38,48%; 2011-53,48% e 2016-51,34%) voltou a verificar-se este ano, tendo sido mais agravada pelo facto dos votantes recearem eventuais contágios decorrentes da concentração de pessoas nos locais de voto, atingindo os 60,51%.

Foram os seguintes os votos obtidos nestas eleições:

Candidatos
País
%
Arganil
%
Benfeita
%
Marcelo R. Sousa
2.533.799
60,70
2.827
71,24
107
83,59
Ana M. Gomes
541.345
12,97
387
9,75
6
4,69
André A. Ventura
496.583
11,90
320
8,06
9
7,03
João M. Ferreira
180.473
4,32
95
2,39
0
0,00
Marisa S. Matias
164.731
3,95
183
4,61
3
2,34
Tiago M. Gonçalves
134.427
3,22
52
1,31
2
1,56
Vitorino R. Silva
122.743
2,94
104
2,62
1
0,78
Votos válidos
4.174.101
3.968
128
Inválidos
87.039
2,04
95
2,34
2
1,54
Total votantes
4.261.140
4.063
130
Abstenção
6.530.350
60,51
5.968
59,50
177
57,65
Total inscritos
10.791.490
10.031
307

Assim, o Prof. Dr. Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa, Presidente da República Portuguesa desde 9 de Março de 2016, consegue agora o seu segundo mandato presidencial, conforme já era aguardado por todos os portugueses, não só por ser o candidato mais bem preparado para o exercício da função presidencial como, de longe, por ser o candidato que melhor garantias de isenção, independência e integridade oferece aos restantes órgãos de soberania e ao povo português, em geral.

VIVALDO QUARESMA



 OUTROS ANOS:

Ir para: