BENFEITA.BLOG.2020



SITE DA BENFEITA - 01/04/2020

Centro Social e Paroquial de Benfeita
IRS SOLIDÁRIO

A partir deste ano, já é possível fazer a consignação do IRS a favor do Centro Social da Benfeita, um desejo antigo que, só agora, foi possível concretizar; ou seja, o Centro Social e Paroquial de Benfeita encontra-se já entre as Instituições de Solidariedade Social, registadas e habilitadas junto da Autoridade Tributária e Aduaneira, que podem receber a consignação do seu IRS.
A consignação do imposto desvia uma parte do imposto que iria parar aos cofres do Estado para uma instituição registada, à nossa escolha, não representando qualquer custo para o contribuinte.

Assim, quem decidir consignar parte do seu IRS ao Centro Social da Benfeita vai-lhe doar, directamente, 0,5% do seu IRS; ou seja: Por cada 1.000 euros de IRS liquidado o Estado transfere para a conta do Centro Social da Benfeita a quantia de 5 euros. Se muita gente consignar o seu imposto pode ser uma grande ajuda! Por exemplo: Se o total do IRS liquidado pelas pessoas que consignarem o seu imposto ao CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL DE BENFEITA, em 2020, atingir os 500.000 euros, o Estado enviará ao Centro Social a quantia de 2.500 euros. Portanto, a consignação do IRS ao CENTRO SOCIAL DA BENFEITA, para além de ser um acto de solidariedade é um sinal de reconhecimento pelo trabalho extraordinário e dedicação para com os nossos idosos, neste período difícil de emergência nacional que atravessamos.

Para isso, ao entregar o seu IRS, basta assinalar no campo 1101, do Quadro 11 (modelo 3, anexo A), as caixas IPSS e IRS, e indicar o NIF: 501884360.

VIVALDO QUARESMA


SITE DA BENFEITA - 13/03/2020

A BENFEITA PREPARA-SE PARA O CORONAVÍRUS

A Câmara Municipal de Arganil aprovou um Plano de Contingência para enfrentar o novo CoronaVírus, o COVID-19*. Na Benfeita, os procedimentos a adoptar encontram-se em fase de análise e implementação pelo presidente da Junta de Freguesia, José Pinheiro, que prepara as medidas de autoprotecção aconselhadas pela Direcção Geral de Saúde, como a aquisição de material de protecção, desinfecção e limpeza e a criação de uma sala de isolamento para receber casos suspeitos a aguardar confirmação, caso se venha a registar algum foco de contágio na nossa freguesia.

Entretanto e para esclarecimento de algumas dúvidas, informamos:

. Este vírus transmite-se de pessoa para pessoa, pela respiração, através das gotículas que libertamos, normalmente, durante a fala, tosse ou espirro;
. Estas gotículas não se propagam habitualmente a uma distância superior a 1 metro, mas podem depositar-se em superfícies, como: mesas, balcões, pratos, copos, talheres, toalhas, computadores, maçanetas das portas, roupas, etc.;
. Propaga-se através de toque na boca, olhos ou nariz, depois de tocar um objecto contaminado ou pessoa doente, através de contacto físico, como: apertos de mão ou beijos;
. O uso de máscara de protecção não é aconselhável por pessoas não infectadas pois podem dar uma falsa sensação de segurança e ajudar a propagar a doença, como em casos de má colocação, contacto com as mãos e acumulação de vírus;
. O uso de máscara é obrigatório por pessoas infectadas, para evitar contagiar as que não estão doentes, criando uma barreira de protecção.

* "CO"(Corona) + "VI"(Virus) + "D"(Disease=Doença) + "19"(2019, ano da sua eclosão).

Recomenda-se:
1 - Lavar frequentemente as mãos com água e sabão;
2 - Espirrar e tossir para o cotovelo;
3 - Utilizar lenços descartáveis;
4 - Deitar de imediato os lenços para o lixo.
5 - Lavar as mãos com solução antisséptica de base alcoólica sempre que se assoar, espirrar ou tossir.

VIVALDO QUARESMA

Veja também:
COVID-19 - Comunicado da Junta de Freguesia
COVID-19 - Plano de Contingência


SITE DA BENFEITA - 12/03/2020

A ESTRADA DA BENFEITA

Estrada da Benfeita

A estrada da Benfeita tem sido uma preocupação constante dos seus habitantes e dirigentes desde o início da sua constução, em 1931. O seu piso passou por diversas fases: macadame, pedra e alcatrão, conforme o interesse e capacidade financeira dos seus habitantes e os apoios estatais que foi recebendo ao longo dos tempos.

Infelizmente, o conforto que tem oferecido aos seus utilizadores ao longo dos seus 89 anos de vida, com sucessivos alargamentos e melhoramentos, tem sido inversamente proporcional ao número de habitantes residentes que tem servido; ou seja, à medida que vai ficando melhor menos gente cá vive! Dir-se-ia que os benefícios que foi recebendo em nome do Turismo, apenas contribuíram para o êxodo rural dos seus habitantes.

Este pequeno e sinuoso trajecto com cerca de 5 quilómetros de comprimento e meia centena de curvas e contra-curvas, desde o cruzamento com a EN344 conhecido por Portelinha, até à entrada da aldeia, pertence às freguesias da "Cerdeira e Moura da Serra" (1,5 km) e da "Benfeita" (3,5 km) , do Concelho de Arganil, que têm a seu cargo a sua conservação e manutenção.

Rails de protecção
 
Rails de protecção

Neste momento, em matéria de segurança rodoviária, está em curso uma empreitada para colocação de rails de protecção (vedação metálica), como os que habitualmente se vêem nas auto-estradas, com vigas de duas ondas, em alguns pontos da berma da estrada, maioritariamente em curvas perigosas e nos sítios mais críticos, como zonas onde se situam declives acentuados ou abismos profundos, o que pode contribuir para evitar ou diminuir os efeitos resultantes de acidentes graves ou despistes.

Estes trabalhos estão a ser realizados pela Câmara Municipal de Arganil após candidatura a financiamento com fundos europeus para recuperação das infraestruturas danificadas pelos incêndios de 2017 e incluem também a reconstrução de muros destruídos, bermas e alcatroamento. Uma medida considerada oportuna e necessária, tendo em conta os enormes declives desta estrada que, para além de muito sinuosa, apresenta uma conservação deficiente. Salienta-se que os rails de protecção, que têm em conta a segurança dos automóveis, também contemplam a segurança dos motociclistas, pois incluem uma "saia" inferior para impedir que os motociclistas embatam nos postes verticais de suporte dos rails.

Piso em mau estado
 
Piso em mau estado

Já quanto às partes do pavimento destruídas pelas últimas chuvadas, aguarda-se o início de novas obras para reconstrução das barreiras e dos muros de sustentação da estrada.

VIVALDO QUARESMA

Veja também:
A Estrada da Benfeita


SITE DA BENFEITA - 11/03/2020

OBRAS NA BENFEITA

Obras na aldeia

Com toda a estrutura exterior já edificada, o projecto de "Reabilitação, recuperação e reconstrução da Quinta do Dr. Urbano" encontra-se já na fase de revestimento de piso e paredes e acabamentos de interiores, situação que se deverá prolongar nos próximos meses.

Já quanto ao antigo lagar de azeite que se encontra em avançado estado de degradação junto à Ponte do Cabo, sobre a Ribeira da Mata, desconhece-se o destino que os seus proprietários lhe pretendem dar. Supõe-se que o queiram vender, assim como se imagina que a Câmara Municipal de Arganil, proprietária do edifício, o deseje comprar mas, quanto se saiba, ainda não houve contactos entre eles, nesse sentido.

VIVALDO QUARESMA



 OUTROS ANOS: